Doutor, por que meus exames estão normais se eu não me sinto bem?

Doutor, por que meus exames estão normais se eu não me sinto bem?

Quase todos os dias ouço uma pergunta parecida com esta. Meus pacientes, assim como todos que procuram um médico não estão bem, muitas vezes nem tão mal assim, mas sentem que a saúde não é mais a mesma. Normalmente, o processo de envelhecimento, os erros metabólicos genéticos, a alimentação, o estresse, são fatores que debilitam a saúde com o passar do tempo.

O grande problema é que quando os sintomas começam e um paciente procura o médico que vai pedir exames de acordo com os seus sintomas, muitas vezes esses exames vem “normais” e normais está entre aspas porque vamos ter que entender isso melhor.

Para começar, normal é um conceito matemático que foi sendo, aos poucos, incorporado no uso cotidiano da língua portuguesa. Normal significa a média dos valores encontrados para um estudo, no caso, resultados de exames. Ou seja, o normal dos exames vem da média dos resultados de exames que o laboratório acha de todos os exames feitos. Então, na verdade, quando o exame está normal, significa apenas que esta na média de todas as pessoas que fizeram aquele exame.

Atualmente, esta situação está sendo questionada por várias áreas da ciência médica. Assim pessoas com exames normais muitas vezes não estão saudáveis, mas também não estão doentes levando em consideração que para isso é preciso ter exames alterados… Por isso precisamos interpretar os exames, correlacionar um valor “normal baixo” com outro “normal alto” e assim entender o que de fato não está funcionando metabolicamente correlacionando com os sintomas e sinais que o paciente apresenta.

É nesse entendimento da fisiologia humana que a Medicina Funcional tem sua base.

Quando são analisados erros metabólicos e suas causas pode-se suplementar nutrientes, vitaminas e melhorar alimentação e hábitos de vida. Assim, permitindo que o corpo volte a um estado real de saúde.

Portando, analisar exames não é saber se eles estão dentro do “normal”, sinceramente não é necessário ser médico para isso, se faz medicina de verdade quando se entende as repercussões de cada resultado de exame correlacionado com os sintomas dos pacientes e ainda mais, quando se utiliza essas informações metabólicas para prevenir doenças e melhorar a saúde.

Dr. Alexandre Duarte

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × três =

  1. Its like you read my mind! You appear to know so much about this,
    like you wrote the book in it or something. I think that you can do with a few pics to drive
    the message home a little bit, but instead of that, this is excellent blog.
    A great read. I will certainly be back.

  2. Very nice post. I just stumbled upon your blog and wished to say that I’ve
    truly enjoyed browsing your blog posts. In any case I will be subscribing to your feed and I hope you write
    again soon!

WordPress Lightbox Plugin
error: O conteúdo está protegido